segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

CNS: DERROTA EM COIMBRÕES


Comportamento exemplar, do público presente esta tarde no Parque de Jogos Silva Matos, em Coimbrões, Vila Nova de Gaia, no minuto de silêncio cumprido em memória do rei Eusébio, falecido à 8 dias.
Falar da primeira parte deste jogo, é falar em 45 minutos, nem mais um minuto teve o primeiro tempo deste encontro bem jogado e competitivo.

Pedro Nova e Leo Bonfim, tiveram nos primeiros minutos oportunidades flagrantes para inaugurar o marcador. Desacerto na finalização, e um guardião atento evitaram o golo salgueirista.
Os da casa causavam perigo por intermédio de Nuno Pinto, um dos melhores em campo esta tarde. Horácio em cima dos trinta minutos ganha a bola ao seu marcador directo, e isolado perante Ivo, permite uma excelente defesa ao guarda redes da casa. Carlos Sousa na marcação de um livre directo atira por cima da trave de Fonseca, e o encontro termina pouco depois, com um empate a zero. Resultado justo para aquilo que ambas as equipas produziram nos primeiros 45 minutos.

Foi em três lances de bola parada que as equipas chegaram ao golo. Na sequência de um pontapé de canto apontado por Pedro Nova, Nana K no centro da área inaugura o marcador, estavam decorridos 64 minutos.
A intensidade do jogo manteve-se, os médios de ambas as formações estiveram muito activos,e em mais um pontapé de canto, João Cardoso assistiu o goleador Nuno Pinto, que num golpe de cabeça empatou o jogo aos 77 minutos. Faltavam quatro minutos para os 90, quando João Cardoso voltou a cruzar com precisão, desta feita para Nando não dar hipótese a Fonseca, e fixar o resultado final.
Vitória de raça dos comandados de José Bizarro. Do lado dos visitantes era visivel a indignação de jogadores e adeptos, devido ás decisões tomadas pela equipa de arbitragem vinda dos Açores, liderada pelo senhor André Almeida.

ÁRBITRO - ANDRÉ ALMEIDA AF PONTA DELGADA

Rui Cardoso





1 comentário:

Casimiro Martins disse...

Não costumo fazer quaisquer comentários em relação a esta crónica e outras relacionadas com um jogo de futebol só o faço em relação as aspectos de arbitragem e é só unicamente o meu ponto de vista na qualidade de ex-árbitro e salgueirista há mais de 50 anos "nascido" e com vivência de 48 anos na Freguesia de Paranhos paredes meias com o velhinho Eng. Vidal Pinheiro. Permita-me que de tudo aqui escrito não esteja de acordo quando refere que os salgueiristas se indignaram com as decisões da equipa de arbitragem, eu vi o jogo e não foi por causa do árbitro que o Salgueiros perdeu, perdeu e isso é só a minha opinião pelas opções técnicas tomadas pelo treinador quando a equipa ganhava e bem por 1 a 0. Cumprimentos...